Novidades

israel

Maria, esposa de José

Caro internauta, após alguns artigos sobre Maria, conforme os textos bíblicos e memória das primeiras comunidades cristãs, com este artigo, trago à contemplação dos olhos e sentidos a pessoa de José e sua relação com Maria. Dele, o texto bíblico nos dá testemunho do que ficou na memória das comunidades: um homem justo (Cf. Mateus 1-2; Lucas 2). No contexto da história de Maria narrada pelos evangelistas, sendo ela quase mãe solteira, engravidando antes do casamento, conforme as leis e costumes da época, o que significa dizer que José é justo? Justo é o judeu que cumpre a [ Continue lendo]

Imagens

Introdução             Com este artigo, queremos abordar o problema dos símbolos religiosos das imagens nas Sagradas Escrituras. O tema é complexo, vasto, conflituoso, escorregadio. Não pretendemos apontar erros e acertos de quem quer que seja, nosso objetivo é oferecer alguns elementos para a reflexão e promover uma argumentação que ajude aos nossos visitantes discernir o uso de seus símbolos religiosos e ter clareza dos conceitos e do lugar próprio da divindade. O que abordamos e a forma como abordamos (texto, contexto) segue uma lógica própria cujo conhecimento [ Continue lendo]

Gênesis de 1 a 11

            Os relatos de Gn 1 a 11 não constituem fatos “históricos”, mas são leituras da historia a partir da fé num contexto de exílio e choques culturais entre o povo de Israel e os povos do Oriente Antigo. Muitos cristãos infantilizados na sua percepção religiosa têm dificuldades para entender a “verdade” quando se deparar com uma leitura contextualizada desses textos, e reagem de modo grosseiro, meio que “protestante”, expondo-se ao ridículo.             Com clareza e abertura de coração meditemos nessas linhas, alguns traços da verdade [ Continue lendo]

O Contexto que gerou a Deportação para o Exílio

Esse texto é copiado do site do Airton. Ele é teólogo e biblista católico conceituado. Fonte: www.airtonjo.com O Fim do Reino de Israel (Norte) A Assíria Vem Aí: Para Israel é o Fim Com a morte de Jeroboão II desabou tudo o que ainda restava em Israel, apesar de tudo. De 753 a 722 a.C. seis reis se sucederam no trono de Samaria, abalado por assassinatos e golpes sangrentos. Houve 4 golpes de Estado (golpistas: Salum, Menahem, Pecah e Oséias) e 4 assassinatos (assassinados: Zacarias, Salum, Pecahia e Pecah): Zacarias, filho de Jeroboão II, governou 6 meses (753 a.C.) e foi [ Continue lendo]

O período do reinado de Saul, Davi e Salomão

O Reinado de Saul e David             A época dos juízes e da vida tribal representou um grande passo nas relações comunitárias e na vivencia do projeto igualitário da Javé. As tribos não tinham uma centralização política, a economia era de subsistência e partilhada, não havia tributação, trabalhos forçados e nem escravidão. Não havia exército permanente e o culto a Javé era descentralizado baseado na experiência do êxodo e da aliança.  Mas com a corrupção dos juízes e dos sacerdotes (1Sm 1-3) e os ataques dos reis das nações vizinhas, principalmente os [ Continue lendo]

Período dos Juízes e Reis: O projeto igualitário das tribos e o início da monarquia

A formação das tribos             A formação de Israel como povo, nasceu da experiência do Êxodo, seguida da posse da terra de Canaã. Essa experiência foi fruto de uma parceria entre Javé libertador e o povo oprimido. Ele fez uma Aliança com o povo: “Eu serei o teu Deus e tu serás o meu povo”. Na grande Assembléia de Siquém (Js 24) o povo celebra e assume a Aliança de Javé, fazendo memória do seu passado, quando Moisés conduzia com os anciãos, as mulheres e Josué o processo da libertação realizada por Javé. Em Siquém as tribos (12 Comunidades) assumiram [ Continue lendo]

História da Salvação

Introdução             A história do povo de Deus começa com o povo no Egito, “Casa da Escravidão”. É importante entender que “Casa da Escravidão” é o regime que o Egito impôs aos povos da região da Canaã e no próprio país, no período e no reinado dos grandes faraós.             Nesse contexto, grupos revoltosos em várias cidades de Canaã, onde os reis locais dominavam o povo, faziam uma grande revolução social e esses revoltosos eram chamados de hapirus ou hebreus. Também no próprio país do Egito havia grupos escravos que também buscavam [ Continue lendo]