Novidades

catequese

Pedagogia catequética: nossas práticas cotidianas

Por Sebastião Catequista Todo ano, nós que fazemos a Catequese planejamos, nos preparamos e damos início as atividades catequéticas junto aos nossos catequizandos. Em nossos planejamentos (re) elaboramos os temas e conteúdos de nossos encontros, passeios, momentos orantes, pensamos a vivência dos tempos fortes da vida eclesial e, nos preocupamos com alguns detalhes cotidianos: músicas, dinâmicas, material didático a serem usados, instrumentos que facilitam os trabalhos como por exemplo, os aparelhos modernos (iPhone, Smartphone, Tablet, projetor, TV, redes sociais), etc. Tudo isso é [ Continue lendo]

Planejamento Catequético

Por: Sebastião Catequista. Todo mundo sabe que, para começar alguma coisa, qualquer coisa, temos que pensar e contar com as vantagens, com as desvantagens, com suas variáveis e consequências. É inevitável! A questão é: ou fazemos isso pensando; ou fazemos isso ao contrário, na “tora”, “quebrando a cabeça” aprendendo do modo mais difícil possível. No primeiro caso, damos o nome de planejamento; no segundo, entre outros “nomes” inexperiência mesmo. Mas, se planejamos algo devemos nos perguntar o que e para que, e dependendo da resposta teremos mais perguntas que [ Continue lendo]

A oração dos Salmos

            Os Salmos são a oração do povo de Deus, por excelência. De que trata os salmos?  Da vida e da morte; do cotidiano; do trabalho; dos afazeres do lar; das lutas e derrotas; das conquistas e vitórias; do ódio e do amor; da vingança e da justiça; da injustiça e proteção; da esperança e da eternidade; do nascimento e do cuidado com a vida; com a natureza; do homem e da mulher; da criança, do jovem e do idoso; as dores e de Deus; das incertezas e da perenidade.             Não há nada da vida humana que não esteja contemplado nos salmos. Todo [ Continue lendo]

RICA – Rito da Iniciação Cristã de Adultos

            O RICA – Rito da Iniciação Cristã de Adultos – é o rito destinado à iniciação de adultos na vida cristã. Ele compreende tanto o tempo quanto as etapas e celebrações cujo objetivo é a recepção dos Sacramentos do Batismo, Confirmação e Eucaristia. Entretanto, esses não são ponto de chegada mas, de partida para uma vivencia da fé e da vida cristã.             Na execução do RICA existe um itinerário ou etapas. Passos a serem executados, a serem dados de modo pedagógico e que visa o conhecimento e a adesão do candidato à fé cristã e suas [ Continue lendo]

Parábolas

             Parábolas são histórias, comparações. É um gênero, uma forma de contar algo, passar uma mensagem de modo simples e profundo para além da aparência do que está sendo contado, dito.             Jesus contou parábolas. Ele é por excelência o mestre das parábolas e suas parábolas falam da vida, do reino, do amor, do julgamento, da misericórdia, de Deus, da palavra, dos que rejeitam ou aceitam essa palavra. Elas são práticas, fáceis e de um significado profundo.             Para nossos internautas, crismandos e ouvintes dos cursos [ Continue lendo]

Reunião de pais e mestres?

É preocupação para os catequistas e coordenação de catequese a reunião com os pais dos catequizandos. Geralmente se tem a ideia de que é uma reunião como “reunião de pais mestres” colegial. Não é bem assim, uma reunião de catequistas com os pais dos seus catequizandos não é e nem deveria ser uma reunião de pais e mestres. Motivo: catequistas não são professores e nem dão “aula” de uma matéria singular. São, isso sim, facilitadores e pregadores da palavra. Suas reuniões não são aula (ainda que se dê a entender assim), mas encontro, onde o Senhor [ Continue lendo]

EJC x Catequese

A Igreja no Brasil é muito rica e dinâmica de ações e movimentos pastorais. É uma árvore que tem dado bons frutos. Assim, podemos falar desses frutos, sendo um deles o EJC (Encontro de Jovens com Cristo) que é uma atividade pastoral com os jovens filhos/as advindos de famílias que fizeram o ECC (Encontro de Casais com Cristo). Um dos muitos movimentos da Igreja no contexto atual.             O EJC tem uma dinâmica envolvente, criativa, livre e com metodologia e linguagem jovem para jovem. Os adultos que nele se insere, o faz de modo discreto, sem interferir na dinâmica [ Continue lendo]

O Espírito Santo: Seus dons e frutos.

Espírito Santo é o nome próprio da terceira Pessoa de Deus. À Ele, como também ao Pai e o Filho, prestamos culto de adoração e o servimos por toda a vida. Conhecemos o Espírito Santo através de sua ação no mundo, na igreja e na vida dos crentes que ao ouvir-lhes o sussurro, age por sua ação comedida. O termo “Espírito” traduz o termo hebraico “Ruah” que está associado a sopro, vento. Em grego o termo é “Pneuma” cujo sentido também está associado a “espírito” e por isso mesmo, ao vento, o ar em movimento. O Espírito Santo nas Escrituras nos é apresentado [ Continue lendo]

Curiosidades bíblica

Duração de tempo em que foi escrita a Bíblia: O processo de escrita da Bíblia passou mais de 1.000 anos. Sendo que 1.000 anos foram para o Primeiro Testamento e; 100 para o Segundo Testamento. Geralmente o processo aconteceu assim: o fato acontece; é transmitido de boca em boca por tradição oral; espalha-se por vários grupos e lugares diversos; é celebrado e só depois é fixado por [ Continue lendo]

Liturgia e Catequese!

Por: Maria do Socorro Santos Vamos conversar um pouco sobre um assunto que tantas vezes nos confunde e nos deixa sem respostas diante do que realmente é, e como fazer acontecer no nosso trabalho pastoral catequético litúrgico. Não podemos falar de Catequese e Liturgia sem ter uma visão do que seja Iniciação a Vida Cristã, esse assunto que nos nossos dias está nos questionando na nossa ação catequética e litúrgica. Vamos partir dos acontecimentos de estudos e Documentos que a Igreja nos oferece para que possamos assim poder fazer um trabalho com eficácia, e levar as pessoas [ Continue lendo]

Sacramento do Matrimônio ou Casamento

Este Sacramento é a celebração e o compromisso do amor firmando entre o homem e a mulher que querem se unir e formar uma família cristã. No Antigo Testamento, a experiência fundamental que o povo Hebreu fez de Deus foi a experiência da libertação do Egito. Nessa libertação, Deus fez uma Aliança com o povo. Esta Aliança significa que Javé sempre será fiel ao seu povo, estará sempre protegendo o seu povo. E o povo sempre será fiel a Deus. O povo não vai adorar ídolos. A Aliança entre Javé e seu povo é marcada pela fidelidade e exclusividade. Adorar o único Deus, Javé, [ Continue lendo]

Catequistas Servidores

Introdução             Se a catequese enquanto ação pastoral é uma dimensão da igreja, cabe perguntar quem a exerce e como a exerce, de modo que a caracterize como pastoral no seio da comunidade cristã.             À esse pergunta segue-se a resposta obvia, o catequista. Ele é quem exerce com sua participação e engajamento na comunidade a catequese, como ação pastoral. No entanto como a exerce depende muito da realidade em que está inserido, porém, a igreja em seu magistério oferece orientações seguras que possibilita o exercício de sua prática [ Continue lendo]

Ministério da Coordenação na Catequese.

Por: Maria do Socorro Santos. Com esse texto, queremos ajudar aos catequistas com alguns elementos que iluminam o ministério da coordenação da catequese. Vejamos. No conjunto dos Ministérios e serviços da Igreja Particular Paróquia destaca-se o Ministério da Catequese como: Um Serviço único: Porque realizado em conjunto com a Comunidade, com os Catequistas, Religiosos, o Padre em comunhão com o Bispo; é um serviço único também, por ter uma linguagem, uma metodologia e uma organização e conteúdo próprio. Um Serviço Eclesial: Como ação evangelizadora básica. Indispensável [ Continue lendo]

O Catecismo da Igreja Católica (CIC)

O CIC foi aprovado em 25 de junho e publicado em 11 de outubro de 1992. Ele se insere na tradição dos catecismos anteriores e apresenta a Doutrina de modo clara, concisa e numa linguagem moderna. Sua redação após consulta aos bispos e teólogos durou seis anos a até sua versão final e oficial. No Brasil, ele foi publicado em língua materna em meados da páscoa de 1993, pela CNBB. Mas o que traz o CIC? No dizer do próprio papa beato João Paulo II: “O Catecismo incluirá, portanto, coisas novas e velhas (cf. Mt 13,52), porque a fé é sempre a mesma e simultaneamente é fonte de [ Continue lendo]

Retiro. O que é e como fazer?

 Por Maria do Socorro Santos O Retiro é o momento em que paramos, deixamos o corre-corre do dia a dia, momento de saída para refletir sobre nós mesmos, a nossa condição de vida. Como estou vivendo? Como está a minha vida? Quais são as minhas motivações e planos? Como estou agindo? É um momento em que saímos do barulho do mundo agitado para ficarmos a sós e com Deus. Trata-se de um momento de intensa e profunda intimidade conosco e com Deus. É um espaço de avaliação, de oração, de meditação e contemplação.            Retiro é também um profundo silenciar para [ Continue lendo]

Roteiro de Reuniões para Grupos de Jovens

Esse roteiro é para ajudar o grupo a dar início e pegar costume, criar uma rotina e saber o que fazer, durante as suas reuniões. Não é obrigado fazer tudo ou só do jeito que está aqui. Porém é necessário ter alguns elementos indispensáveis e até “obrigatório” nas reuniões, são eles: a oração inicial e final; um tema para ser debatido, estudando, refletido e depois fazer algo a partir dele; um momento de convivência (= conversas, gestos afetivos normal, humor, brincadeiras leves sem desagradar ninguém); atividades dentro ou fora da reunião. Isso é um mínimo que se [ Continue lendo]

Deus existe, é real!

Mas em que consiste? Nada sabemos, a não ser daquilo que foi conservado pela Igreja e é doutrina de fé. Deus é real. Existe. Ele próprio é a Origem das origens. Sua Natureza é de ordem diferente de tudo o que existe e mesmo assim, nos é próximo, amoroso, cuidadoso e axial. Nada do que existe ou venha existir lhe é igual ou semelhante em natureza. Ele é único e como disse a Origem de toda origem. Não existe nada antes dele, acima dele, abaixo dele, a frente dele, superior a ele ou em essência como ele ou com ele. Ele é único. Totalmente Diferente, totalmente Outro, totalmente [ Continue lendo]

Celebração de Acolhida dos Crismando

CELEBRAÇÃO DE ACOLHIDA DIR:      Boa noite! Sejam todos bem-vindos! Saudemos uns aos outros com o abraço de paz! (todos se abraçam ao fundo de uma música).                 Invoquemos junto o Espírito Santo que nos acompanhará por todo esse ano rumo à recepção do sacramento da crisma e do nosso testemunho e compromisso com Jesus. INVOCAÇÃO AO ESPIRITO SANTO Vinde ó Espírito Santo / Enchei os corações dos vossos fiéis Acendei neles o fogo do vosso amor / Enviai o vosso Espírito e tudo será criado / E renovareis a face da Terra. DIR: Estamos hoje aqui, para [ Continue lendo]

Ser Catequista

Agosto é mês dedicado às vocações na vida dinâmica pastoral e litúrgica da Igreja no Brasil. Com esse tema/mês, somos chamados a refletir nossa vocação enquanto ser humano e cristãos batizados. Sim, vocação é chamado. Chamado para executar uma tarefa específica que nos envolve todo ser, o tempo todo, todo tempo. Com ela, somos tomados existencialmente, dando muitas vezes novo significado as nossas vidas. Mas, quem nos chama e para que? Quem nos chama é Deus e para algo específico. Mas, como o faz? Como sabemos que é ele que nos chama? Ele o faz de muitos modos: através de [ Continue lendo]

Gênesis 3

            Esse capitulo 3 do Gênesis está provavelmente situado no contexto do período do rei Salomão, no século X a.C. Contudo sua redação e releitura situa-se no período do exílio no século VIII a.C.  Ele é de tradição Javista. Nele encontramos “por trás das palavras”  a situação do povo nas corvéias (escravidão) do grande rei. É uma releitura para responder as seguintes perguntas: De quem é a terra (éden)? Porque fomos expulsos dela? Quem nos enganou e nos fez quebrar a Aliança? Porque sofremos as conseqüências (hoje, longe de casa, violência, [ Continue lendo]

Êxodo: é preciso partir.

Êxodo significa saída. É partir de um lugar para outro. No caminho há desafios, descobertas, aprendizado, conquistas, esperanças; e uma nova forma de compreensão da vida. Na Bíblia, o êxodo é o grande movimento que faz sair da escravidão para a liberdade. Sair da “casa da escravidão” para a “terra que corre leite e mel”. Sua existência e força carregam um sentido teológico, muito mais que um apenas “sair de” e “entrar em”, denota algo profundamente axial e existencial. É mais que um movimento revolucionário, que meramente uma “escravidão”. Para a [ Continue lendo]

A Bíblia e os Manuais de Catequese

Os documentos Catequese Renovada (CR) e o Diretório Nacional de Catequese (DNC) entre outros, afirmam ser a Bíblia o principal livro de instrução e manuseio na Catequese. Contudo, existe uma quantidade muito grande de manuais e roteiros advindos da pratica cotidiana das dioceses e paróquias, publicados e postos à venda nas melhores livrarias católicas. Todos esses materiais são ricos de dinâmicas, hinos, explicações, boas reflexões e aprimorada experiência de quem os tem vivenciado. Contudo, e mesmo assim, não se justifica deixar a Bíblia no segundo plano, e nem mesmo [ Continue lendo]

Catequese Renovada

            A catequese, hoje é um grande movimento missionário dentro da igreja, e tem como objetivo a educação da fé dos seus membros, melhorando a qualidade de vida cristã quanto ao que a igreja professa, celebra, testemunha e vive no mundo. E esse movimento tem sua razão de ser a partir da escuta da Palavra que no Cristo encontra seu fundamento.             Por essa razão, aqui no Brasil, os nossos bispos  a denomina: Dimensão Bíblico-Catequética. Dimensão porque está em toda a igreja, está no sangue da igreja. A perpassa em toda a sua vida espiritual [ Continue lendo]

Catequese e Plano de Pastoral de Conjunto – PPC

Um Pouco de Historia Dimensões da Ação Evangelizado da Igreja no Brasil.  Seu Nascimento. Tudo teve inicio na 7a Assembléia Geral da CNBB, em 1965 – Roma. Elas são resultado da experiência pastoral e evangelizadora da Igreja no Brasil como ação acolhedora atenta e fiel do concilio Vaticano II. Naquela época o objetivo geral era concretizado nas seis linhas de trabalho: Unidade visível da Igreja Ação missionária CATEQUESE Liturgia Ecumenismo Presença da Igreja no Mundo Este é o que chamamos de pontapé inicial. Depois tudo vai se definindo, quando na 21a Assembléia da CNBB [ Continue lendo]

Passos Metodológico para uma Catequese de Adulto: 10 Perguntas e 10 Respostas

Neste artigo apresentamos algumas propostas para a catequese com adulto. São algumas linhas, orientações para quem deseja começar a trilhar esse caminho. Em 10 perguntas e com 10 respostas, está sugestões e experiências. Boa leitura. Como começar um grupo de Catequese de Adulto No geral, o grupo nasce da necessidade de aprofundar a fé cristã por parte de alguns fiéis que já despertaram para uma vivência mais comprometida ou que sentem necessidade da mesma. Outrossim, quando motivado por alguma campanha ou ação pastoral da Igreja local. Também pode ser que nasça de um grupo [ Continue lendo]

Como faço para “Fazer um encontro de Catequese”?

 Volta e meia, nos encontros de formação dos catequistas, nos deparamos com perguntas onde está evidente uma questão pedagógica e metodológica: como fazer o encontro de catequese com os meus catequizandos? Dai, entendo que tanto os iniciantes como os veteranos têm dificuldades de aplicar o método de interação fé e vida, e desconhecem a prática do ensino. É claro que catequistas não são professores e não precisam necessariamente ter formação ou ser formado em pedagogia ou magistério, e nem deveriam, uma vez que, na catequese, apesar de haver transmissão de conhecimentos, [ Continue lendo]

Como faço para entender a Bíblia?

Nos encontros bíblicos que acontecem por ai, volta e meia, sempre nos deparamos com alguém perguntando: como faço para entender a bíblia?  Aparentemente não é uma pergunta fácil de responder. É preciso um conjunto de informações, de conhecimentos de diversas áreas (cultural, histórico, linguístico, filosófico, teológico, hermenêutico, geográfico, antropológico, religioso…) da ciência, de métodos e passos a ser seguidos. Mas, tudo isso, a partir de um ponto de vista refinado, com outros objetivos próprios. Porém, todavia, entretanto, no contexto da vida cotidiana, [ Continue lendo]
1 2