Novidades

povo

Natal das Comunidades 2015

Realizou-se neste domingo 20/12 no Santuário das Comunidades, mas uma edição do ‘ Natal das Comunidades’, com a presença das dioceses de Caruaru, Garanhuns e Pesqueira. O tema deste ano foi embalado pelo grito da justiça, de vida digna, de respeito pela natureza, para com a Terra. “Natal: vida que nasce do cuidado” foi a reflexão que ressuou pelos grupos, nas famílias, voltando o nosso olhar coletivo e pessoal para com o cuidado com a Terra, com a Natureza, com a Sociedade, com a Política e com a Fé. Assim, nesta 35ª edição do evento natalino, nossas [ Continue lendo]

Ele agiu com a força do seu braço.

Amigo internauta, em seu canto, Nossa Senhora, como havia dito em outro artigo, cantou as misericórdias de Deus, seu amor em favor do povo. Quais foram essas misericórdias? Nos versos que proponho para nossa reflexão nos diz: “Ele agiu com a força de seu braço. Dispersou os arrogantes de coração. Derrubou dos tronos os poderosos e exaltou os humildes. Encheu de bens os famintos e despediu os ricos sem nada. Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, como tinha dito a nossos antepassados, em favor de Abraão e sua descendência, para sempre.” (Lc 1,51-55). Ele [ Continue lendo]

“Se encontrei graças aos teus olhos…concede-me a vida e a vida do meu povo”

Amigo internauta lendo a passagem de Ester 7,3 e 8,6 que diz: “Se realmente encontrei graça a teu olhos, ó rei, respondeu-lhe a rainha Ester, e se for de teu agrado, concede-me a vida, eis o meu pedido, e a vida do meu povo, eis o meu desejo. Como poderia eu ver meu povo na desgraça que vai atingi-lo? Como poderia eu ser testemunha do extermínio da minha parentela?” me levou a refletir sobre Maria mãe, no seguinte aspecto, cuja leitura acima pode ser muito bem aplicada à Ela, haja vista ser a boa Mãe, de status singular e maior que o de Ester: mãe de Jesus, mãe de Deus! De que [ Continue lendo]

Pentecostes: nascimento “oficial” da Igreja

A cada ano na liturgia de rito romano celebramos após cinquenta dias da páscoa a festa de pentecostes. Sua origem remonta às páginas do Primeiro Testamento, tem sua releitura no Segundo Testamento e nos recorda ainda agora nosso compromisso batismal e crismal com o Senhor, o crucificado vivente. Pentecostes no Primeiro Testamento: Pentecostes é uma palavra de origem grega cuja tradução é ‘cinquenta dias’. Pentecostes é no Primeiro Testamento a festa da Colheita (Ex, 23, 14s), também conhecida como festa das Semanas (Ex 34,22; Dt 16, 9-10). As comunidades judaicas celebravam a [ Continue lendo]

Jesus fundou uma Igreja?

Introdução Recentemente, aqui no site, e em algumas palestras, fui questionando sobre a origem da igreja Católica. As perguntas foram: Jesus fundou uma Igreja? É a igreja Católica a primeira e a verdadeira? A princípio não é fácil responder a essas perguntas. É preciso que os ouvintes tenham de antemão alguma compreensão de teologia bíblica; tenha algum conhecimento da história das sociedades antigas, sobretudo do império romano. Também é preciso humildade e clareza para compreender as informações e saber interpretá-las. Creio eu, que tendo acesso as informações e essa [ Continue lendo]

A Palestina no tempo de Jesus

Por: Maria Paula de Lima É comum nos dias de hoje saber que não é possível entender a história de Jesus fora do contexto histórico em que ele viveu. Sua atuação se deu em um tempo e lugar determinados dentro de circunstâncias bem concretas. Conhecer esse contexto é um fator primordial para entender o que significa a vida, as palavras e suas ações, principalmente para a vida das primeiras comunidades cristãs e para nós hoje. A sociedade palestinense sob a tutela do império romano é bastante complexa em sua rede de relações políticas, econômicas, religiosa e ideológicas. [ Continue lendo]

Período dos Juízes e Reis: O projeto igualitário das tribos e o início da monarquia

A formação das tribos             A formação de Israel como povo, nasceu da experiência do Êxodo, seguida da posse da terra de Canaã. Essa experiência foi fruto de uma parceria entre Javé libertador e o povo oprimido. Ele fez uma Aliança com o povo: “Eu serei o teu Deus e tu serás o meu povo”. Na grande Assembléia de Siquém (Js 24) o povo celebra e assume a Aliança de Javé, fazendo memória do seu passado, quando Moisés conduzia com os anciãos, as mulheres e Josué o processo da libertação realizada por Javé. Em Siquém as tribos (12 Comunidades) assumiram [ Continue lendo]

História da Salvação

Introdução             A história do povo de Deus começa com o povo no Egito, “Casa da Escravidão”. É importante entender que “Casa da Escravidão” é o regime que o Egito impôs aos povos da região da Canaã e no próprio país, no período e no reinado dos grandes faraós.             Nesse contexto, grupos revoltosos em várias cidades de Canaã, onde os reis locais dominavam o povo, faziam uma grande revolução social e esses revoltosos eram chamados de hapirus ou hebreus. Também no próprio país do Egito havia grupos escravos que também buscavam [ Continue lendo]