Novidades

RICA – Rito da Iniciação Cristã de Adultos

           rica O RICA – Rito da Iniciação Cristã de Adultos – é o rito destinado à iniciação de adultos na vida cristã. Ele compreende tanto o tempo quanto as etapas e celebrações cujo objetivo é a recepção dos Sacramentos do Batismo, Confirmação e Eucaristia. Entretanto, esses não são ponto de chegada mas, de partida para uma vivencia da fé e da vida cristã.

            Na execução do RICA existe um itinerário ou etapas. Passos a serem executados, a serem dados de modo pedagógico e que visa o conhecimento e a adesão do candidato à fé cristã e suas consequências. Todo RICA com seus ritos celebrativos, seus símbolos, e seus conteúdos tem como objetivo apresentar e preparar o candidato à fé cristã e sua adesão à comunidade. Ele está organizado em etapas do seguinte modo: a) tempo de conversão (kerigma, pré-catecumentato); b) tempo da preparação (catequese, eleição); c) tempo da recepção dos Sacramentos (purificação/iluminação, mistagogia).

            A etapa da Conversão – neste período o candidato pede para ser recepcionado e se estabelece a instituição do catecumenato. É o que dizemos por aqui, “curso de…” e se dá início ao primeiro anuncio, o kerigma. Os primeiros encontros. É neste momento que acontece a celebração de acolhida e apresentação dos candidatos à comunidade. Nesta celebração, os mesmos anota os nomes no livro de registro do compromisso e recebe a cruz símbolo do seguimento a Jesus.  O tempo dessa etapa vai depender do andamento e contexto de cada grupo ou comunidade. Esse período é também chamado de Pré-Catecumenato.

            A etapa da Preparação – período em que o candidato recebe uma catequese sólida dos conteúdos da fé cristã. É uma preparação intensiva e longa. Seus conteúdos geralmente está associado a noções de Bíblia, Liturgia, Espiritualidade, o Credo e os Sacramentos. Pelo fim desde tempo, acontece o rito da eleição, momento em que  numa celebração o candidato assume mais concretamente sua adesão à fé e a comunidade. Aqui o mesmo recebe a Bíblia, palavra de Deus que orienta nossa vida. Esse período é também chamado de Catecumenato, Catequese ou Eleição.

            A etapa da Recepção dos Sacramentos – é a terceira e última etapa do processo e consiste em receber os Sacramentos do Batismo, Confirmação e Eucaristia. O candidato é admitido na fé da Igreja e passa a pertencer a mesma, entretanto, sua vida cristã é mais ampla e vivida conforme o contexto eclesial em que está inserido. O processo do RICA terminou, começa uma nova etapa de sua vida e essa depende do que a Comunidade eclesial tem para lhe oferecer. Essa etapa com seus ritos também é chamada de Purificação e Iluminação.  Geralmente essa etapa é sugerida vivenciar no tempo pascal com toda a sua dinâmica (quaresma, páscoa,etc) própria e recebe também o nome de “Mistagogia” porque se diz que, o candidato adquiriu experiência e uma aquisição especial cuja “degustação” sentiu e viveu à flor da pele, vendo o bom, o belo, o bonito da fé e da vida cristã e dos mistérios de Cristo. A mistagogia é algo que a pessoa experimenta vivenciando em sua vida e que dentro e a partir de uma reflexão mais concreta e um engajamento concreto o leva a dar passos como também a estreitar laços de comunhão e relacionamento com Jesus. É aquilo que costumamos dizer por ai, encontro pessoal com Cristo. E isso muda a vida e sua maneira de sentir, viver e enxergar as coisas.

            A partir do rico processo do RICA como vivenciar isso em nossas comunidades eclesiais? Esse é o desafio! Uma coisa que precisa ser feita de imediato é tomar consciência do processo; em seguida, fazer todos os membros, grupos, movimentos, pastorais e a assembleia litúrgica conhecer, compreender e ajudar a construir o processo. Sem isso, ficamos só e desanimados. É uma proposta ousada!

            Mas, e os conteúdos, o método dos encontros? O conteúdo fica a critério de cada realidade eclesial. Há uma riqueza imensa por ai. Entretanto, as orientações da CNBB em seus documentos, principalmente de Catequese (CR, DNC…) nos oferecem um leque muito bom nesse sentido. Quanto ao método, é outra riqueza que temos em nossas igrejas, porém, hoje, temos dois métodos muito em voga na atualidade e bem recomendado pelos nossos bispos: a leitura orante da bíblica (léctio divina); e o método de iteração fé e vida (ver, iluminar, agir, celebrar, avaliar) que já é o método usado pela catequese e é algo tipicamente da tradição latino-americana.

            Essa forma de proceder pode ser aplicada à Primeira Eucaristia e a Crisma? Sim! Cada um (Batismo, Eucaristia, Crisma) está dentro do processo do RICA. É o RICA. Agora o método e os conteúdos apresentados devem seguir sua metodologia própria conforme cada idade, situação, realidade, contexto, conforme nos orienta os nossos bispos como já o frisei acima.

            Há dioceses por ai que já usam o RICA e as editoras católicas já publicaram livros contendo as experiências dessas dioceses, bem como, de especialistas nessa área. O ideal é que cada um vá construindo o seu caminho, anotando as experiências, acumulando sabedoria e depois possa apresentar um material bem elaborado que ajude nos anos seguintes de modo aberto e flexível.

            O RICA é uma proposta. Não é um curso, uma fábrica de criar cristãos prontos, maduros, engajamentos, e nem tão pouco é um mapa da mina, mas tão somente uma proposta de apresentação da fé e da vida cristã; e uma maneira consciente e solene de acolher aqueles que querem “por atração” viver a fé cristã e aderir a Cristo e Sua Igreja. Ele não é a solução dos problemas para cristãos meio-católicos, católicos relaxados, cristãos não engajados, cristãos afastados e cristãos segundo as “quatro festas do ano”, mas tão somente uma proposta de formação e acolhimento dos que querem ser cristãos e pedem da Igreja, a fé. O RICA tem objetivos, tempo, duração, metas próprias e quem se utilizar dele deve ter clareza disso.

            Enquanto ritual a Santa Sé através da CNBB publicou um livro contendo todos os passos, ritos, celebrações, etc. Sugiro que você possa ler esse material. Ele é muito rico! Foi a partir dele que elaboramos esse artigo, como também consultamos muitos outros autores. Então é isso ai, fica a dica!

Consulta:

RICA. São Paulo-SP, Paulinas 2003.

7 Comments on RICA – Rito da Iniciação Cristã de Adultos

  1. Helenice crizologo // 17 de dezembro de 2016 em 15:09 // Responder

    obrigada pelos conteudos,parabens,sou catequistas de jovens e adultos,atuo tambem no presidio,material muitos ricos

  2. Gostei muito dos conteúdos deste blog. Que Deus os abençoe.

  3. gostei muito do conteudo que encontrei ,foi muito proveitoso.parabens pela inciativa.

  4. Roberto Chaves Ferreira // 20 de junho de 2016 em 08:58 // Responder

    Sou um catequista iniciante e estou achando este site muito completo.
    Roberto C. F.

  5. Olá, boa tarde! Meu companheiro não fez a crisma, como pretendemos nos casar futuramente, gostaríamos de saber se em Caruaru tem algum curso de criam para adultos. Onde e como ele poderia se informar? Desde já, agradeço!

  6. Maria Ines U. Rodrigues // 18 de abril de 2015 em 14:12 // Responder

    Achei interessante e gostaria de saber mais sobre o RICA.
    Obrigada!

    • Sebastião Catequista // 18 de maio de 2015 em 08:44 // Responder

      Oi Maria Inês, obrigado por acessar o site. Escuta, no painel ao lado ou no menu download há PowerPoint sobre o assunto que você pode baixar para o computador e usar. Legal, né? Bom uso, querida. Volte sempre!

Deixe uma resposta