Novidades

Parábolas

            Parábolas Parábolas são histórias, comparações. É um gênero, uma forma de contar algo, passar uma mensagem de modo simples e profundo para além da aparência do que está sendo contado, dito.

            Jesus contou parábolas. Ele é por excelência o mestre das parábolas e suas parábolas falam da vida, do reino, do amor, do julgamento, da misericórdia, de Deus, da palavra, dos que rejeitam ou aceitam essa palavra. Elas são práticas, fáceis e de um significado profundo.

            Para nossos internautas, crismandos e ouvintes dos cursos bíblicos, listamos aqui algumas dessas parábolas. Conhecê-las nos ajuda a conhecer mais a pessoa de Jesus, de sua mensagem, do reino e do Pai. Lidas, sobretudo com o método da Leitura Orante da Bíblia, nos possibilita uma assimilação melhor dos seus conteúdos. Mas, isso é uma sugestão.  Vejamos a lista das parábolas.

  1. Administrador infiel: Lc 16,1-13
  2. Amigo importuno: Lc 11,5-8
  3. Avarento insensato: Lc 12,16-21
  4. Bodas do filho do rei: Mt 22,1-14
  5. Bom pastor: Jo 10,1-16
  6. Bom samaritano: Lc 10,30-37
  7. Casa sobre a rocha: Mt 7,24-27; Lc 6,47-49
  8. 100 moedas de prata: Lc 19,11-26
  9. Devedor cruel: Mt 18, 23-35
  10. Dez virgens: Mt 25,1-13
  11. Dois devedores: Lc 7,41-43s
  12. Dois filhos: Mt 21,28-31
  13. O fariseu e o cobrador de impostos: Lc 18,9-14
  14. Fermento: Mt 13, 33-35; Lc 13, 20-21
  15. Figueira estéril: Lc 13, 6-9
  16. Filho pródigo: Lc 15, 11-32
  17. Grande ceia: Lc 14,16-24
  18. Grãos de mostardas: Mt 13,31-32; Mc 4,30-32; Lc 13,18-21
  19. Grãos de trigo: Jo 12,20-25
  20. Joio e o trigo: Mt 13,24-30.36-43
  21. A viúva e o juiz: Lc 18,1-8
  22. Ladrão: Mt 24,42-44; Lc 12,35-40
  23. Lavradores homicidas: Mt 21,33-44; Mc 12,1-12; Lc 20,9-19
  24. Lição da figueira: Mt 24,32-35; Mc 13,28-31; Lc 21,29-31
  25. Meninos na praça: Mt 11,16-19; Lc 7,31-35
  26. Moeda perdida: Lc 15,8-10
  27. Ovelha perdida: Mt 18,12-14; Lc 15,1-7
  28. Pai de família: Mt 13,52-53
  29. Pérolas preciosas: Mt 13,45-46
  30. Primeiro lugar à mesa: Lc 14,7-14
  31. Rede de pescar: Mt 13,47-50
  32. Rei que vai guerrear: Lc 14,31-33
  33. Reino dividido: Mt 12,25-27; Mc 3,23-26; Lc 11,14-20
  34. O rico e o pobre Lázaro: Lc 16,19-31
  35. Roupas velhas e o vinho novo: Mt 9,16-17; Mc 2, 21-22 ; Lc 5,36-39
  36. Semeador: Mt 13,1-9.18-23; Mc 4,3-20; Lc 8,4-15
  37. Semente que cresce: Mc 4,26-29
  38. Servos inúteis: Lc 17,7-10
  39. Servos vigilantes: Mt 24,42-51; Lc 12,35-48
  40. Talentos: Mt 25,14-30
  41. Tesouro no campo: Mt 13,44-46
  42. Torre a ser construída: Lc 14,28-30
  43. Trabalhadores na vinha: Mt 20,1-16
  44. Videira e ramos: Jo 15,1-8

Cada parábola dentro de um contexto tem muito a dizer, a ensinar, a nos revelar sobre Deus, Jesus, a vida, a nossa vida, principalmente nossa vida de fé, de adesão ao Senhor e sua proposta.

Ao apresentar aqui a lista das parábolas o fazemos como dissemos antes, para fins de leitura, de conhecimento da mesma, de evangelização. Mas, em momentos oportunos apresentaremos muitas delas de modo aprofundado num estudo mais minuciando, catequético. Então, boa leitura.

7 Comments on Parábolas

  1. Rafaela Fernanda // 13 de agosto de 2016 em 12:47 // Responder

    Ovelha perdida: Mt 18,12-14.
    Entendi com esta parábola que Deus mesmo que tenha com ele “99 de 100” filhos, ele não estará contente, pois há um longe dele e só irá se alegrar quando este pequeno voltar para ele!

  2. Sobre a parábola do administrador infiel. (Lc 16, 1-13)
    Achei interessante o modo não como Jesus elogia a desonestidade do servo, mas sim ressalta a prudência e astúcia do mesmo. Pois não é uma autorização para agirmos injustamente. Não é o modo injusto de agir do servo ou sua infidelidade que é ensinado pelo Senhor aqui, mas o que ele faz com aquilo que obteve durante seu tempo de servo vivendo em infidelidade. Trata-se de um elogio à prudência, não à desonestidade.

  3. Maria da gloria martins // 27 de julho de 2015 em 16:03 // Responder

    Gostei muito quero aprecia mais vezes!

  4. Andrette Rafael // 18 de julho de 2015 em 17:13 // Responder

    Parábola do Devedor cruel (Mt 18,23-35)
    Deus perdoa dividas muito maiores quando quando pedimos o perdão Dele, e da mesma forma que Ele perdoa tantas coisas que fazemos na vida devemos ter um coração misericordioso e perdoar o próximo, o perdão que damos ao próximo é o que Deus colocou no nosso coração, todo o bem que fazemos para o próximo vem de Deus mesmo que não percebamos isto, para perdoar devemos amar ao próximo pois não existe perdão verdadeiro sem amor.

  5. Bom, irei falar um pouco sobre o que pude intender e a conclusão que pude tirar da parábola do Administrador infiel (Lc 16,1-13)

    A principal lição que Jesus nos mostra e que eu posso tirar desta história é chocante. “O senhor elogiou o administrador desonesto, porque agiu astutamente. Pois os filhos deste mundo são mais astutos no trato entre si do que os filhos da luz”. É evidente que Jesus não apoia desonestidade por parte dos seus servos, mas ele observa como o mundo está melhor servido por seus servos, do que Cristo pelos dele. As metas são totalmente opostas, mas os mundanos são mais diligentes em cuidar de seus corpos do que os nós em cuidarmos de nossas almas.

    Esta comparação é bem interessante e edificante, por isso me chamou bastante atenção e vi que ela também se encaixa nos dias de hoje, pois o administrador infiel percebeu a seriedade da sua situação. Ele não chorou, nem se lamentou, mas encarou as realidades e começou a se preparar. Nós, às vezes, queixamo-nos da dificuldade dos mandamentos do Senhor e das frustrações com nossas situações, mas precisamos enfrentar os fatos de modo corajoso e decisivo. Não temos como mudar os fatos. Quer gostemos, quer não, vamos lidar com a verdade dos eventos vindouros. O mundo celestial não tem lugar para chorões.

  6. Boa tarde, vou falar um pouco sobre uma das parábolas que escolhi, que foi: Bom samaritano Lc 10,30-37.

    Bom, li algumas parábolas mais até agora a que mais me chamou atenção foi essa, pois, mostra a compaixão que o samaritano teve pelo homem, onde não teve medo de tocar em suas feridas e se tornar um impuro!

    Isso me chamou bastante atenção, justamente porque, mostra o quanto a compaixão e solidariedade está junto a ele! Fiz uma reflexão do texto ( Leitura orante) e percebo que não a nada melhor ao ajudar o próximo, sem ter medo do que possam pensar ou acontecer, e sim praticar o que nosso senhor Jesus fez ao longo de sua jornada na terra, que foi certamente isso, ajudar o próximo, ter compaixão e está junto a ele ele ajudando sempre que puder!!!

    E tenho total certeza de que, seremos recompensados por isso, e a minha já está em saber que ajudei de alguma forma meu irmão perante Deus, e me alegrar em saber que estou seguindo os ensinamentos do senhor Jesus!!

  7. Carla Millena Bezerra da Silva // 27 de setembro de 2014 em 09:59 // Responder

    As parábolas sempre me apresentam outra face de Jesus. A face de amigo, confidente e conselheiro, que nas dificuldades sempre tem algo importante a me falar. Dessa listada várias dessas parábolas minha mãe me contava, quando ia me por para dormir. Considero que elas sempre farão parte da minha vida. Afinal a Bíblia é uma carta de amor que Deus deixou para os homens e mulheres. E agradeço sempre por ele ser um Pai tão bom e atencioso para comigo, mesmo com todos os meus erros.

Deixe uma resposta