Novidades

Lc 4,18-19. O programa de Jesus – I: Evangelizar os pobres

Por: Padre Guilherme Gomes*

Logo ao iniciar seu trabalho missionário entre nós, Jesus declarou solenemente, em Nazaré da Galileia a que veio. Citou os cinco itens do seu trabalho conforme já estava previsto pelo profeta Isaías: Evangelizar os pobres, anunciar a libertação aos cativos, a recuperação da vista dos cegos, libertar os oprimidos e proclamar um ano de graça do Senhor (Cf. Lc 4, 18-19; Is 61, 1-4).
Comento hoje o primeiro item: O que quer Jesus dizer ao falar evangelizar os pobres? Ele veio dizer: Animem-se, pois chegou à solução para vocês. Para vocês, os pobres nos dois sentidos: O pobre de bens materiais e o pobre em espirito, ou seja, aqueles que têm recursos, mas que não confiam nesses recursos; sua confiança está exclusivamente em Deus, o Senhor. É como diz a sagrada escritura: “Minha alma confia no Senhor” (Sl 25, 1-2); e noutra parte: “Eu ouço e socorro […]”.
Jesus poderia ter falado a eles com estas palavras: Fiquem tranquilos, pois agora vocês podem morar com Deus, vendo-o face a face no céu (Cf. 1 Cor 13, 12). E com esta salvação do espirito, com a cura do pecado de vocês, vem também a cura da sua excessiva pobreza material. Sim, porque a pobreza material excessiva é consequência da ganância dos ricos, como também, em muitos casos, por falta de garra por parte dos pobres. Dizendo de outra forma, pobreza é fruto da ganancia dos espertalhões e da preguiça ou apatia dos pobres (Cf. Tg 5, 4; Pr 6, 9-11). É o fruto do pecado, é fruto da desobediência a Deus que disse: “Ame o próximo como a si mesmo” e “Com o suor de teu rosto comerás o pão” (Cf. Mt 22, 37-39; Gn 3, 19).
Então, a primeira missão de Jesus foi resolver esta parada: Tirar o ser humano da situação da miséria espiritual e material.

Não perca o próximo artigo.

————————————————-

Padre, monsenhor emérito da Paróquia Nossa Senhora do Monte Carmelo. Há muito anos trabalha junto a população pobre da paróquia. Na coluna Lectio Divina com sua autorização, publicamos suas meditações sobre Lucas  capítulo 4, verso de 18 a 19,  para apreciação de nossos leitores. Visite seu blog: Blog do Padre Guilherme

Deixe uma resposta