Novidades

Eis que Javé mesmo lhe dará um sinal.

            nossasenhoragravidaAmigo internauta convido você a contemplar o sinal de Deus: uma jovem gravida. Isso mesmo! É o que nos diz o texto de Isaias 7,14s: “Pois saibam que Javé mesmo lhes dará um sinal: A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.” (Tradução da NBP- Paulus). Esse texto não se aplica a Maria dentro de uma leitura judaica das Escrituras, mas os cristãos viram no texto uma profecia mariana e jusuânica. Na leitura de perspectiva cristã, essa jovem é Maria. O texto citado no Novo Testamento fala de “uma virgem” no lugar de “uma jovem” e isso foi motivo de muitas disputas durante séculos e milênios ainda não fechados entre cristãos de várias matrizes (católicas, protestantes, ortodoxos), mas o que importa? Tal discussão que não vem ao caso, causou muitas baixas, rancores, tristezas, morte e separação… entretanto, uma coisa sabemos, seja jovem ou virgem, não muda o fato de que, Deus, tanto no Primeiro Testamento como no Segundo, usou de uma personagem feminina para salvar o seu povo.

            Sabemos que as Escrituras nos seus textos em sua grande maioria foi escrita e tem a mão e o gênio masculino, mas nem por isso, o gênero e o gênio feminino deixou de agir, de ser na vida e na história do povo uma presença, inclusive divina, da ação de Deus. Basta olhar às mulheres e suas ações nos momentos em que o povo solicitava de Deus uma ajuda e Ele as usou como instrumento de salvação e libertação. Assim, podemos trazer à memória as Parteiras do Egito, Miriam irmã de Moisés, Débora, Judite, Ester, Hulda, Suzana, Ana, etc,. Todas instrumentos, sinais das mãos de Deus na vida do povo. Nessa lista, como cristãos, podemos acrescentar a mais sublime, Maria de Nazaré.

Isaias dá um sinal para o rei Acaz, Deus mesmo enviará um rei para salvar o povo das mãos dos babilônicos. O rei que viria salvaria o povo (Siro rei persa – um pagão?) e o sinal era uma jovem gravida. Uma jovem gravida! Quase duzentos anos depois a situação se repete, uma jovem terá um filho que salvará Israel dos seus pecados e o sinal de quem ele era o que será, será a jovem gravida. Eis, pois, o sinal!

Disso o que podemos tirar para nós? Deixo com você a resposta, afinal isso é uma questão de fé! Não é uma questão de doutrina, de dogmas, de sexualidade, mas puramente de fé. Se Deus pode fazer algo grande, porque nos ocupar de coisas pequenas que nos tire atenção do foco principal? Deus dá muitos sinais, mas esse, é o sinal, e seu nome é Maria… Maria de Nazaré! Dela virá o Redentor.

Deixe uma resposta