Novidades

CNBB e as Comunidades Quilombolas: Documento 105.

 

Representantes das Comunidades Quilombolas dos Estados que compõe o Regional Nordeste 2 da CNBB, estiveram reunidos em Caruaru-PE, no Santuário das Comunidades.

O encontro contou com a participação de pessoas vindas das cidades de Varzea, Guarabira e Patos na Paraíba; de Lagoa dos Gatos, Caruaru, e Garanhuns do Estado de Pernambuco; da cidade de Caicó no Rio Grande do Norte; de Palmeira dos Índios em Alagoas, juntamente com o pessoal do Setor Social da CNBB-NE2; o Pe. Ari Reis – Assessor nacional das Pastorais Sociais da CNBB; e Dom José Luis Ferreira Salles, CSsR, bispo de Pesqueira-PE, que na ocasião fez uma visita e dirigiu palavras de apreço e orientação.

Durante esses dois dias 11 e 12/12, o grupo pode tomar conhecimento do Documento de Estudos 105 da CNBB: A IGREJA E AS COMUNIDADES QUILOMBOLAS, bem como, partilhar as realidades, desafios e esperanças das comunidades quilombolas do NE2. O assessor Pe. Ari Reis, apresentou o documento e ao escutar a nossa realidade teceu alguns comentários que ajudou ao grupo ter uma visão de conjunto, bem como pensar as realidade das quais vieram numa perspectiva popular, libertadora e ensaiadora de esperanças. Sua vasta experiência nesse campo, nos ajudou a dar passos enquanto Pastoral Afro e ligada ao Setor Social da CNBB.

Dentre as preocupações do grupo e das comunidades entre outros, foram vistos: a organização comunitária, a conscientização das comunidades sobre sua identidade e do que querem enquanto conscientização; a luta e demarcação de seus territórios em algumas realidades; uma educação contextualizada com profissionais capacitados; preocupação com a moradia digna e presença mais significativa do Ministério Público, entre outros…

Num segundo momento, vendo os sinais e esperanças, o grupo percebeu que há significativa visibilidade das causas dos quilombolas; presença da Igreja nas comunidades; algumas conquistas sociais vindas pelas lutas das comunidades em algumas realidades; e se cogitou alguns passos que melhor fortaleça e concretize essa nova caminhada: articulação das comunidades em rede; promover a formação das lideranças e jovens a semelhança da Escola de Fé e Política; criar e articular um Grupo de Trabalho em parceria com o Setor Social da CNBB-NE2 que viabilize junto as comunidades assessorias que ajudem a dar passos; e fortalecer a luta das Comunidades Quilombolas no Regional.

No geral e em poucas palavras foi o que aconteceu nesse encontro de dois dias. Mas que houve muito mais: troca de experiências, dinâmicas, partilha de vida, testemunhos, aprofundamento da amizade e celebração da fé e da vida em lutas comum.

O bispo Dom José Luiz Ferreira Sales e o Marcos Bezerra fizeram os agradecimentos ao Pe. Ari Reis pela sua contribuição não só nesse encontro, mas por toda uma vida dedicada a CNBB junto as comunidades e o Setor Social, desejando-lhe abençoado pastoreio e frutos digno do Reino.

Por: Sebastião Catequista

Deixe uma resposta