Novidades

Catequese e Plano de Pastoral de Conjunto – PPC

Um Pouco de Historia

Dimensões da Ação Evangelizado da Igreja no Brasil.  Seu Nascimento.

reuniãodapalavraTudo teve inicio na 7a Assembléia Geral da CNBB, em 1965 – Roma. Elas são resultado da experiência pastoral e evangelizadora da Igreja no Brasil como ação acolhedora atenta e fiel do concilio Vaticano II.

Naquela época o objetivo geral era concretizado nas seis linhas de trabalho:

  1. Unidade visível da Igreja
  2. Ação missionária
  3. CATEQUESE
  4. Liturgia
  5. Ecumenismo
  6. Presença da Igreja no Mundo

Este é o que chamamos de pontapé inicial. Depois tudo vai se definindo, quando na 21a Assembléia da CNBB – 83, começou a ser chamada de DIMENSÕES, tomando a seguinte forma:

  1. Dimensão comunitária e participativa
  2. Dimensão missionária
  3. DIMENSÃO CATEQUETICA
  4. Dimensão litúrgica
  5. Dimensão ecumênica e do dialogo religioso
  6. Dimensão profética e transformadora

Deveremos ter presente que o que importa é considerar as dimensões como referencia da ação pastoral e evangelizadora de toda a Igreja no Brasil. Portanto, cada Diocese pode e deve fazer seus planos de Ação Evangelizadora de acordo com a sua realidade.

Dentro de um processo dinâmico e progressivo as coisas vão se clareando, assim, na 29a Assembléia – 91 – foi votada a continuidade das seis dimensões com as seguintes observações:

  • A Dimensão Catequética passa a chamar se DIMENSÃO BIBLICO-CATEQUÉTICA
  • A Dimensão Profética e Transformadora passou a ser SOCIO-TRANSFORMADORA, uma vez que todas as dimensões são proféticas.

A Assembléia da CNBB no período de 91-94 definiu o seguinte quadro:

  • Linha 1 – Dimensão Comunitária e Participativa
  • Linha 2 – Dimensão Missionária
  • Linha 3 – Dimensão BIBLICO-CATEQUETICA
  • Linha 4 – Dimensão Litúrgica
  • Linha 5 – Dimensão Ecumênica do diálogo Religioso
  • Linha 6 – Dimensão sócio-Transformadora.

As seis Dimensões têm a função de mostrar:

            A diversidade das atividades na unidade que deve existir entre elas no mesmo Objetivo Geral, que hoje é:

“Evangelizar a partir do encontro com Jesus Cristo; como discípulos missionários; à luz da evangélica opção referencial pelos pobres; promovendo a dignidade da pessoa; renovando a comunidade; participando da construção de uma sociedade justa e solidária; para que todos tenham vida e a tenham em abundancia’ (Jô 10,10)”.

As Dimensões da Ação Evangelizadora são tão ligadas a vida da Igreja e ao Projeto de Deus, que os agentes de pastoral ao evangelizarem, alimentam sua vida espiritual e sua missão COMPROMETIDOS em todas as seis DIMENSÕES.

Tripé da DAEI:    PALAVRA – CATEQUESE – LITURGIA

A PALAVRA DE DEUS é fonte de vivência comunitária. Ela nasceu da caminhada do Povo de Deus e iluminou a vida da comunidade que a gerou. Por isso, ler, refletir, e rezar a Palavra (Verbo Encarnado), continuam a ser grandes motivações para o povo se reunir.

A BÍBLIA tem o objetivo de:

  • Amadurecer a fé no Deus único e verdadeiro
  • Ser solidário com o pequeno, o pobre, o oprimido e sofredor.

CATEQUESE:

Porque a catequese é compreendida como processo:

  • Educação pessoal e comunitário,
  • Progressiva e continua,
  • Orgânica e sistemática da fé, esperança e amor.

LITURGIA:

Celebra a Palavra na vida e acontecimentos do povo.

É no processo de interação FÉ e VIDA que a Palavra é anunciada, acolhida, vivida e testemunhada.

Na caminhada do Povo de Deus observa-se que: não há FÉ sem VIDA, e VIDA sem FÉ.

Portanto, a Dimensão Bíblico-Catequética convida toda a Igreja a se fazer ouvinte, praticantes e anunciadores da Palavra. Só assim seremos uma Igreja discípula, sinal e testemunha visível do Reino de Deus.

Deixe uma resposta