Novidades

A Morte e a Ressurreição pela Parapsicologia

Pessoal, publicamos aqui, a entrevista do Padre Oscar Quevedo, tirando do site cujo fonte vocês encontrarão o link abaixo. É muito bom, boa leitura.

Por: Oscar G. Quevedo S.J

corpoealmaPergunta: O senhor falou que a alma não se separa do corpo, então o que acontece com ela após a morte? Se o corpo vai para o cemitério.

Primeiro, há que demonstrar-se que temos alma. Temos alma? Temos!

De 1934 para cá, nos Estados Unidos, a Escola Norte Americana de Parapsicologia (microparapsicologia de laboratório) . De 1953 para cá, em todo o ocidente, a Escola Européia, para esta tiro o chapéu. (Uma escola teórica) . De 1960 para cá, em todo o mundo. Todos são unânimes:

O homem tem uma faculdade ESPIRITUAL de conhecimento, que se chama Psi-gamma. (provando a existência da alma no homem)

É cientificamente comprovado que o homem é corpo e alma, numa peça só, não se pode separar, são inseparáveis. Cientifica, filosófica e teologicamente.

Mas, para raciocinar, só para raciocinar, vamos separar. Estou falando apenas conceitualmente.

Vamos imaginar que a alma do homem pode se separar do homem. Absolutamente que não pode. (E os hinduístas, os budistas, nos mostraram, para minha surpresa, que eles nunca foram reencarnacionistas.) Não existe reencarnação, não é possível a alma se separar do corpo… ).

Mas vamos imaginar, vamos separá-la do corpo. Pergunto: o que acontece com esse elemento espiritual? Morre? Quando o corpo vai para o cemitério, o que acontece com esse elemento espiritual? Estou começando pela Filosofia, para tentar ser mais simples. Há muitos argumentos, muitos. Mas alguns são difíceis para quem não sabe nada de Filosofia. Este, até uma pessoa de 14 anos vai entender.

O que acontece com esse elemento espiritual (alma) quando o corpo vai para o cemitério e é comido pelos vermes, ou queimado pelo fogo e se torne pó?

Evidentemente, uma das duas possibilidades: ou continua eternameeeeeente ou não continua. Logicamente, deveria continuar eternameeeeeeente, porque é espiritual; e se é espiritual não se pode dividir em partes, porque não as tem; não se pode desgastar, porque é espiritual; não se ponde corromper, porque o que é espiritual não se corrompe; não pode ser comido pelos vermes, porque é espiritual.

Dizem os reencarnacionistas, que a reencarnação é para que a alma evolua, ora.. estudem! A alma não pode evoluir porque é espiritual.

Evolui o homem, porque tem corpo; como evoluiu os primeiros hominídeos ao homem das cavernas. Até hoje, quanto evoluiu a humanidade. Através de gerações, assim como os animais, e as plantas. Através das gerações e não através da reencarnação!

Um bebê até ser adulto, quanto não evolui, … a alma? …Não! A alma de um bebê e a alma de um Prêmio Nobel é potencialmente a mesma coisa! Dá um golpe na cabeça do Prêmio Nobel e ele vira imbecil; e o imbecil, num estalo, vira um gênio; evolui o cérebro, a alma não!

A alma só não seria eteeeeeerna se fosse aniquilada! Qualquer outra hipótese é impossível. E o que é aniquilar? O contrário de criar! Criar é, do nada, fazer alguma coisa. Aniquilar é, de alguma coisa, fazer nada! Qual ser finito pode criar? Nenhum.

                Nós podemos separar, juntar, cortar, transformar… Na natureza nada se cria, nada se perde..tudo se transforma …(Lavosier) … mas quem pode criar? Do nada fazer alguma coisa? Ninguém! E quem pode aniquilar? Ninguém. Criar e aniquilar é a mesma potência em sentido inverso.

Só o Criador pode, pois é a mesma potência!

Só um ser infinito pode criar e aniquilar. A alma só não seria eterna se Deus a aniquilar, (não adianta queimar o corpo, destruir)… mas Deus NÃO PODE aniquilar a alma, (Mas Padre! Deus não é onipotente?)

Exatamente por isso! Deus pode fazer tudo que seja bom para todos. Ele não pode fazer uma circunferência quadrada, porque quadrada não é circunferência. Deus não pode deixar de ser Deus, não pode! Portanto, Deus não pode aniquilar a alma, NÃO PODE! Porque isso é contraditório! Mas por que?

Muito fácil, prestem atenção: se Deus é infinito, tem que ser perfeito! Porque se lhe falta alguma coisa já não é perfeito, é limitado. Se é perfeito, não pode cometer imperfeições intrínsecas. E se aniquilasse a alma estaria cometendo uma imperfeição enorme, um pecadão contra a natureza. A alma é espiritual, “indesgastável”, indestrutível, “indesgenerada”, inevoluível. E agora vem o Autor, o Idealizador e a aniquila? Isso é uma violação à mais profunda natureza da alma!

A natureza não faz nada em vão! Quem disser que após a morte acaba tudo, tem que ganhar o Prêmio Nobel da Burrice! Isso é contraditório. Então, o que faz a alma eternamente? Fica, como dizem os espíritas; “desencarnada”? esperando um corpo para se encarnar?

Sem o corpo a alma não pensa, não sente, não existe! A alma, por sua natureza, EXIGE não separar-se de seu corpo. E isto não tem nada a ver com reencarnação! Reencarnação é a mesma alma em diversos corpos, não seria a mesma pessoa! (Onde está a base, os argumentos da reencarnação?? Um coelho gera um coelhinho, da mesma natureza. De uma roseira é tirada uma roseirinha, da mesma natureza. Um ser humano só vai gerar um ser HUMANO! Não existe isso de a alma vir de um canto e o corpo de outro! O que é que é isso?

Nós somos como uma vela acesa. A vela, vamos chamar corpo e a chama, alma. De um pouquinho dos pais, unem-se espermatozóide e óvulo. Junte os corpos que a alma se funde! Aí está formada a pessoa. E multiplica o corpo e a chama vai se multiplicando.

Vocês geraram um ser humano. Dizer que o ser humano gera o corpo e a alma é gerada em outro lugar não tem base. (E tanta gente acredita nisto só porque ouviu falar ou acha bonito) .A alma está exigindo não reencarnação, mas RESSURREIÇÃO!

A mesma alma com a mesma pessoa, isso é o que se chama ressurreição. Mas alguém diz: AH, Não! Agora é que não dá. Eu morro, me enterram, os vermes comem meu corpo, os vermes apodrecem; libera-se fósforo, carbono, nitrogênio, e isto é reciclado constantemente pela natureza; cadê meu corpo?

Eu admiro a fé dos cristãos, mas no Brasil, quando os padres rezam o Creio, se diz: “… creio na ressurreição da carne…”, me dá uma vontade de levantar os olhos e dizer: Eu não… E continuar rezando. Em grego, a palavra que está na oração não significa carne, significa ser humano, …”creio na ressurreição do homem…”, não da carne.

Mas e a ressurreição de Cristo?, pois Ele ressuscitou exatamente seu corpo que havia sido sepultado…

Com Cristo, havia um motivo especial para que ressuscitasse precisamente aquela energia corporal (corpo), com a mesma idade, características, chagas, etc de quando Ele foi crucificado (e não ressuscitou criança ou mais velho ou diferente): para que todos entendessem a ressurreição, Cristo venceu a morte. Senão os apóstolos não iam entender nada! Para ensinar o Dogma da Ressurreição do homem, e não da carne, Cristo fez o milagre de ressuscitar precisamente igual àquele corpo da cruz.

Cristo ressuscitou aqui, no plano material (e com isso ensinou e provou aos homens , sua Divindade, a Ressurreição e a Vida Eterna), e depois “subiu aos céus”, foi para o Pai (plano sobrenatural); mas conosco, ressuscitaremos não aqui, mas na eternidade, no plano sobrenatural.

Nós estamos continuamente renovando nossa energia corporal; a matéria é uma só, todos os físicos sabem que a matéria é uma só, nós estamos continuamente morrendo, renovando, estamos perdendo energia fonética e estamos recuperando-a pela respiração e pela alimentação; desprendemos energia motora e a recuperamos, continuamente vamos renovando, desprendendo energia e renovando. Os ossos demoram, em média, 06 a 07 anos para renovarem-se completamente; dos ossos que eu tenho aqui, nenhum pedacinho existia 08 anos atrás. E todo o resto do corpo, uns mais outros menos, as células cerebrais demoram 03 dias, etc. Mas, em 06 meses, renovamos completamente toda a nossa energia corporal; hoje não há aqui nada, absolutamente nada, do que formava meu corpo 06 meses atrás, (com exceção dos ossos). Mas a herança genética é a mesma.

E porque tem que ressuscitar exatamente aquela energia material que terá meu corpo quando eu morrer? Aquela que vai ser enterrada? Que direito tem ela sobre todas as energias corporais que formaram o meu corpo ao longo da minha vida? (desde bebê até a velhice)

Então, quando o médico diz: morreu, morte clínica. O cérebro apaga até no máximo em 05 minutos, mas até que morra todo o organismo; crescem as unhas, crescem os cabelos, as células vão se transformando… 21 dias, alguns um pouco mais, outros um pouco menos. 21 dias em média, até que morra tudo; Pergunto: As 11.000.000 de células que ainda estão vivas num corpo clinicamente morto, estão animadas por quem? Resposta: Pela alma espiritual! E por quem mais seria? “.

“À medida que vamos morrendo, vamos ressuscitando”. Só agora, a Teologia pode entender dezenas de textos do Antigo e do Novo Testamentos na Revelação sobre a ressurreição eterna. Não podia entender porque não tinha Ciência, agora se entende muito bem! E agora se pode traduzir muito bem, porque sabemos do que se trata.

Diz, por exemplo, São Paulo: “Nós não morremos, nos transformamos à medida que vamos morrendo, num corpo corrompido, vamos ressuscitando num, corpo incorruptível, vamos morrendo, num corpo de trevas, e vamos ressuscitando, num corpo de luz…” (Depois irei explicar essa luz). Deixamos um corpo lento e vamos ressuscitando num corpo ágil, deixamos um corpo pesado, físico, e vamos ressuscitando num corpo sublime, espiritualizado, vamos deixando um corpo passível e, na mesma proporção, vamos ressuscitando num corpo impassível, até que, morreu tudo, se consumou a ressurreição.

Agora começa a eternidade, com um corpo espiritualizado, mas, porém, nem por uma fração de segundo, há corpo humano sem alma ou alma humana sem corpo. Vocês são pais e mães de um ser humano, corpo-alma, ele nasce um ser humano inteiro, está um ser humano inteiro e, à medida que morre, ressuscita um ser humano inteiro e por toda a eternidade!

Morte e Ressurreição

A humanidade sempre acreditou na sobrevivência do ser humano. Todos os povos, todas as raças, em todas as épocas. Sempre se acreditou na sobrevivência, na purificação, no prêmio e castigo cada qual segundo seus méritos. Esse miolo que se chama consenso universal de todas as épocas, de todos os povos e de todas as raças, não pode ser falso. Esse é um argumento. Há outros argumentos que tenho apresentado aos padres, como o da ressurreição, já comprovado cientificamente, filosoficamente, experimentalmente. Pela análise do lençol de Turim, que envolveu Jesus Cristo descido da cruz, por exemplo, a NASA demonstra que aquele corpo ressuscitou. Se transformou num instante numa luz, num corpo glorioso.

A ressurreição está anunciada religiosamente e demonstrada pelos milagres. E só no catolicismo, e antes o judaísmo, tem Milagres. Toda essa doutrina da ressurreição está documentada com muitíssimos milagres. O consenso universal não pode ser falso. Assim, podemos dizer que existem pelo menos três argumentos: filosófico, científico e teológico para afirmar a sobrevivência e a ressurreição do homem. Nem por uma fração de segundo existe alma sem corpo.

À medida que vamos morrendo, vamos ressuscitando. A mesma alma, com o mesmo corpo, embora em outra situação: um corpo “espiritual”. Nem por um instante a alma é separada do corpo. Isto é sobrevivência na ressurreição, não na reencarnação. E os que livremente escolheram a Deus, estão no céu (presença de Deus). Os que livremente rejeitaram a Deus, estão no que se chama inferno, ou seja afastados de Deus.. Há todo um processo para a ressurreição. Nós não morremos num instante. Entre a morte clínica e a morte real (morte de todas as células) há alguns dias, em que vamos morrendo e ao mesmo tempo ressuscitando. Ou seja, vamos abandonando um corpo corruptível e ressuscitando num corpo incorruptível. Vamos deixando um corpo físico e ressuscitando num corpo espiritualizado.

Nos primeiros dias a pessoa fica apagada. O cérebro se corrompe. Ela não vê, não sente, não ouve. Mas tem células vivas. A pessoa ainda está sendo animada para o corpo espiritual. A energia corporal vai sendo substituída por uma energia espiritualizada.

Isto é um Milagre, mas apenas em termos, porque a natureza já foi feita assim por Deus (A natureza do homem exige a ressurreição).

 Fonte: http://www.oepnet.sites.uol.com.br/a_ressurreicao_do_homem.htm

Deixe uma resposta